10.9.05

Dancing Queen



Todos buscam alguma coisa na vida.

Eu, o que sempre busquei foi a Liberdade. Liberdade com letra maiúscula, aquela que pode ser explicada pelos filósofos, mas que, na vida real, não tem espaço para existir. Então, se não posso ser Livre, danço.

A melhor forma que encontrei para exercer minha liberdade foi dançar. Dançar minha músicas favoritas, até o dia amanhecer. De olhos fechados, descalça, sentindo a vibração da música e das pessoas à minha volta, mesmo que não possa vê-las.

Hoje, é disso que sinto mais falta...

"As soon as I get my head round you
I come around catching sparks off you
I get an electric charge from you
That second hand living it just won’t do

And the way I feel tonight
I could die and I wouldn’t mind
And there’s something going on inside
Makes you want to feel makes you want to try
Makes you want to blow the stars from the sky
I can’t stand up I can’t cool down
I can’t get my head off the ground

As soon as I get my head round you
I come around catching sparks off you
And all I ever got from you
Was all I ever took from you

And the world could die in pain
And I wouldn’t feel no shame
And there’s nothing holding me to blame
Makes you want to feel makes you want to try
Makes you want to blow the stars from the sky
I’m taking myself to the dirty part of town
Where all my troubles can’t be found"

Head on - The Jesus and Mary Chain

4 comentários:

Alisson da Hora disse...

Pois é...parece que conversamos...A frase a qual te referes, não é minha.É do Pessoa, no Livro do desassossego...
Tenho a certeza de que temos uma ligação que não é de hoje...
Head on...
Estava ouvindo ainda agora a versão do Pixies...
Afinidades...
Por que tão longe?Mas, não duvide,estamos muito mais próximos que a média da humanidade.
Quanto ao post...nem sei dançar... E,mais engraçado:sempre tive a liberdade que qualquer menino da minha condição jamais teve...Mas aí fica um problema enorme,que encontrei a sua mais perfeita tradução nas palavras da Clarice...
"Agora sei: sou só.Eu e minha liberdade que não sei usar.Grande responsabilidade da solidão.Quem não é perdido não conhece a liberdade e não a ama.Quanto a mim, assumo a minha solidão.Que às vezes se extasia como diante do fogos de artifício.Sou só e tenho que viver uma certa glória íntima que na solidão pode se tornar dor. E a dor, silêncio."

Beijos...

Fernando disse...

"cuz u r the dancing queen,
young and sweet,
only seventeen... (KKKKKKK);
Dancing Queen, feel the beat from the tambourine;
you can dance
you can jive
having the time of your life;
See that girl, watch that scene, dig in the Dancing Queen"

Mademoiselle Passion disse...

Hummmmm... conheço esse lugar!!! rs
E sei também o horário dessa foto!
Beijos

Mme. A. disse...

A única coisa que posso dizer é que Jesus and Mary Chain é demais.

E que juntando a cor da foto, da roupa e a trilha sonora, está parecendo descrição de post gótico.

Hahahaha...

Mas até aí, eu também tenho um pé nesta desgraça gótica toda. Toque Joy Division, Jesus and Mary Chain, Sisters of Mercy, Echo and the Bunnymen, qualquer porcaria EBM e Soft Cell (subentenda-se qualquer coisa dos anos 80) e vc com certeza vai ver uma mulher histérica.

E dançante.